Crônica
   
    Mentiras, calúnias, canalhices, discriminações contra certos grupos estão pululando por toda parte. Inseguranças tornam a vida estafante. Bandidos destroem tudo. Meu Deus, tenha pena de nós nesse turbilhão desintegrante  em que estão lançando nosso país. No mundo também, o céu está carregado de nuvens ameaçadoras. Nossa luta é impedir que esta porcariada leve-nos ao estresse, que atinja nossa paz interior, temos que nos proteger e pedir proteção, sem fim. O progresso é bem-vindo, mas quanta barulhada ele trás com ele. Políticos revelam-se, cada vez mais, preocupados apenas com eles próprios. E o mundo continua turbilhonando no azul do céu. Que orda desesperante quer ser presidente em 2018, brasileiros, tenham pena de si mesmos! 2017 já vai tarde, marcado por corrupção, delação premiada, “reformas”, encerrando com indultos de Natal terrificantes.


    Poema
   
   EXPRESSÃO

o que consigo expressar
é bem menos
do que sou e do sinto

há um não sei que
misterioso
que teima em manter-se
oculto

o que está fora de mim
é mais fácil
de expressar
mesmo esse fora de mim
mantém um núcleo
misterioso oculto

quanta ambiguidade
quanta cachorrice mistificada
desabam sobre nós

curtir
e pronto
o melhor remédio

pensar em algo
surgem pressentimentos

jeito
é ser o que se é
resto
seja resto

encaixando bem
bom
não encaixando bem
paciência

fazer tudo que é possível
ficar tranquilo
deixar o barco navegar

para que
tanta seriedade
se tudo
é tão difícil de expressar



    Crítica Literária


     A escritora Maria de Lordes Abreu de Oliveira

    Maria de Lourdes Abreu de Oliveira é uma grande professora, uma grande pesquisadora e uma grande escritora. Atuou na Universidade Federal e no Centro de Ensino Superior, ambos de Juiz de Fora, MG, no campo das letras na graduação e na pós-graduação, sempre brilhantemente, tanto no ensino como na administração. Possui pesquisas abundantes, sobretudo em literatura portuguesa, literatura comparada [cinema e literatura], e vários outros tópicos. Há muitíssimo a se falar sobre a professora e pesquisadora Maria de Lourdes Abreu de Oliveira. Vou me dedicar um pouco mais à escritora.
    Sua produção em romances, contos, crônica, crítica literária, literatura infanto-juvenil é grande, pela quantidade e qualidade, entre outros estão em Eros e Tanatos no Universo Textual de Camões, Antero e Redol – Pessoa sob Persona Olhar e Olhado – De Olhos Fechados – Antigamente no Porão – Corpo Estranho – Caminhos da Narrativa Ficcional Brasileira.
    Bravo Brasil: entre amores e armas a saga de um visionário, é romance que trata do “imigrante alemão e fundador da cidade de Juiz de Fora, Henrique Guilherme Fernando Halfeld, mesclando-a com a história de outros heróis brasileiros”.
    A autora tem também vários textos publicados em Antologias, como na Coletânea de Contos; Prêmio de Literatura UNIFOR 2013, com o texto O Céu que nos Protege, magnífico conto sobre a impotência e as angústias de uma mãe em relação ao seu filho excepcional e a alegria sem limites quando consegue abrir um caminho para ele. Na Coletânea Contos; Esportes, seu texto, O Mundo Mágico de Tadeu, revela-nos, no final, porque foi tão surpreendente a conquista obsessiva de Tadeu de uma corrida Olímpica, contra tudo e contra todos.
    Entre os livros de literatura infanto-juvenil estão O menino da ilha. (Prêmio João-de-barro de Literatura Infanto-Juvenil ), contando as aventuras, em uma ilha, de duas crianças, Afonso e Mariana, separados pela vida. Os Sete Desafios no Outro Lado da Ilha é a história dos dois, já jovens, procurando se reencontrar no Rio de Janeiro, o que ocorre no final do livro. ABC do Zezinho é um formidável jogo de letras e de palavras, que vão de A a Z. Nessas obras impera uma sadia imaginação, um estilo primorosíssimo, em contínua relação com os aconteceres importantes do mundo exterior, sobretudo, veiculando uma saudável educação para crianças e jovens.
    Há também obras analisando sua produção como em Dois Olhares Para Uma Escritora Plural: Maria de Lourdes Abreu de Oliveira  O primeiro olhar, Uma experiência de vida, desenvolvido por Leila Rose Márie Batista da Silveira Maciel, apresenta o arquivo pessoal da escritora. Moema Rodrigues Brandão Mendes, em um segundo olhar, Colar de contos premiados, pesquisou e reuniu os contos de Maria de Lourdes premiados em concursos literários em nível nacional, nos anos de 1950, 1960 e 1970.
    Uma de suas marcas é o grande número de valiosos prêmios que recebeu, entre outros, Prêmio Bloch Nacional de Romance – Ensaio; Prêmio Cidade de Belo Horizonte – Novela; Prêmio Petrobrás de Literatura; Prêmio Gabriela Mistral.
    Maria de Lourdes Abreu de Oliveira é uma escritora de grande quilate da literatura brasileira.        


      PORTAL CEN 

      SOCORRO

Natal
tempo de renascimento reconstrução
nesse Natal 2017
grito desesperado de SOCORRO
contra
deslavada corrupção que tudo corrói
violência que amedronta mata
ganância que destrói ecologicamente nosso planeta
materialismo que abala família sociedade religião
intolerância desastrosa burra preconceituosa
insensibilidade que deixa gente com fome sem teto sem pátria
desnorteamento interior aflição angústia
apesar de tudo
Natal 2017
traga-nos
paz caminho luz esperança
salvação
material espiritual
 
PEDRO PIRES BESSA
Divinópolis (MG) – Brasil