Crônica

    Temer diz que 2017 será o ano da recuperação, os esquerdistas dizem que tudo está retrógrado, para eles o progresso é a Venezuela, onde falta tudo. Radicais, sejam quais forem, são a maior praga que existe. Quedas de avião destruíram um time, agora matam um ministro importante, atuando às vésperas de definir, na operação Lava Jato, uma das maiores delações premiadas do mundo, terá sido crime? Filhos matando pais, pais matando filhos, bandidagens de todos os calibres, um verdadeiro horror. Nas férias, tudo parado, ainda vem o carnaval, quanta inércia! A chuva está pouca, precisava muito mais. O novo presidente dos EEUU tomou posse, já está aprontando, o que será do mundo? O Presidente TRUMP está fazendo o que prometeu em sua campanha eleitoral, está fazendo, portanto, o que o povo americano lhe delegou para fazer.



Poema

    Câimbra

repuxão
nervos músculos
violento agudo dolorido

inesperado impositivo

geralmente
à noite de madrugada

paciência
para suportá-la

ajuda
comer banana
esticar perna calcanhar

acontece
com
todo mundo
sobretudo
desportistas
tem matado
nadadores

uma das fortes manifestações
da humana pequenez



Crítica Literária

Literatura

    A Literatura, quando assimilada adequadamente, é um dos melhores instrumentos para que a pessoa humana conheça a si mesma, aos seus semelhantes e à vida. Existem vários tipos de literatura, uma delas é a chamada literatura culta-erudita, quando falamos em literatura grega, brasileira ou de épocas históricas, é, quase sempre a esse tipo de literatura que nos referimos. Atualmente, quando tudo está em crise, também a “grande” literatura enfrenta, talvez, a maior crise de toda sua história. A começar pela imensa dificuldade de se dizer o que é [e o que não é] literatura hoje. As editoras têm publicado, em números colossais, tudo quanto é tipo de assunto, as livrarias estão repletas de uma diversidade surpreendente do mais variado teor, como obras para se colorir, que têm feito muito sucesso. Há ainda revistas, de uma variedade infinita, como as supervalorizadas “Qualis” da CAPES, que têm sido a base para pesquisadores de alto nível; e outras para todos os gostos, realmente “todas” as expectativas, das mais profundas as mais banais. De certa forma, fomentando esse turbilhão está a internet, que revolucionou tudo quanto é forma de literatura.
    Na literatura brasileira dos nossos tempos tem acontecido e deixado de acontecer muita coisa. Uma delas é que há tempos não surge um nome que realmente balance toda a literatura nacional. Até os antigos medalhões consagrados têm tido circulação cada vez mais restrita. Outro fato é que têm aparecido núcleos difusos de literatura por várias partes do nosso país, por isso Rio de Janeiro e São Paulo não são mais a única fonte de pulsação da literatura brasileira.

Aricy Curvello

    Aricy Curvello possui uma bibliografia maravilhosa, tanto por suas inúmeras publicações literárias em livros e outros meios; também é dono de considerável fortuna crítica.
Destaca-se, porém, como Poeta, seu poema, O ACAMPAMENTO, está na Antologia Escritores da Língua Portuguesa, v. III, 2016, ISBN 978-85-67949-15-4, p.25-34, em português e na tradução para o alemão.
    É um monumental poema, com plena palpitação amazônica. Metáforas, simbolismos, cores, sons, água, ar, pássaros, animais, florestas, encantamentos, magia e outras surpresas mil, desocultam diante de nós grandiosidades dessa incomensurável AMAZÔNIA. O leitor é arrastado por um turbilhão poético arrebatador, envolvido de corpo, alma, pensamento e imaginação, na engrenagem furibunda desse poema.
    O Casamento de Aricy Curvello é um dos grandes poemas de nossa literatura.