Crônica
   
    A corrupção campeia a solta. Montões de dinheiro, montões de nomes do primeiro escalão a toda hora enlameando o país com suas cachorrices. Uma merda fedorenta que precisa receber uma descarga definitiva.
    Políticos da mais alta hierarquia enlameados por denúncias de corrupção, processos e outros tópicos destes e estão aí garantindo que são santíssimos, todo mundo mente só eles dizem a verdade a respeito deles próprios. Uma sandice. E ainda existem malucos que os defendem e apoiam. Aterrador como cresce a direita super-radical no mundo!


   
Poema

dia
noite
sol
lua

mistério
mistério
mistério
universo

tudo
infinitamente
grande

bilhões
de anos
de existência

nosso
sistema solar
sisquinho

no
macrocosmo

microcosmo
tudo
infinitamente
pequeno
invisíveis
a olho nu

bactérias
vida
intensa

máquina humana
guarda ainda
inúmeros segredos
maravilha suprema



    Crítica Literária

    ARICY CURVELLO, Grande POETA, ESCRITOR, CRÍTICO.

    Mais uma vez, tenho o privilégio de receber notícias de mais uma série de produções literárias de sua autoria, o que só confirma a grande ressonância de seu nome nos meus literários.
    No jornal, LINGUAGEM VIVA, nº 335, de julho de 2017, à página 2, está o nome de ARICY CURVELLO, em uma das “Mensagens recebidas”. Na sessão LIVROS, p. 7, em relação à ANTOLIGIA  - os Melhores Poemas de 2016, está: “O livro foi enviado pelo colaborador do jornal Linguagem Viva, o poeta Aricy Curvello, que participou com o poema  CÉZANNE, páginas 24 a 27”.
    São muito marcantes os posters do “Lançamento da ANTOLOGIA - os Melhores Poemas de 2016, no Salão do Livro de Lisboa 2017, em 29 de julho de 2017. – Também sobre o lançamento dessa ANTOLGIA, de 9 e 10 de setembro de 2017, no I Salão do Livro de Montreal-Canadá.
    O grande crítico literário, FERNANDO PY, no texto Uma Antologia Bilíngue, comenta sobre a antologia comentada acima, com merecido destaque par a participação de Aricy Curvello.
    Mais uma vez, tive o privilégio de receber livros enviados generosamente por Aricy Curvello. Um deles, Pássaros Libertos, de Nelson Hoffman, é de uma originalidade colossal, pela maneira como capta o cotidiano do fazer literário, com alta dose de literariedade; mais ainda, a presença marcante de Aricy Curvello colabora para essa grande criação literária crítica. Em outro livro: Antologia: Os Melhores poemas de 2016 tem como destaque o emocionante poema de Aricy Curvello, Cézanne.
    A produção literária de Aricy Curvello é um dos destaques atuais da literatura brasileira, pelo seu conteúdo e difusão crítica.


    Crônica em Danilo Gomes

    O livro de Danilo Gomes, Augusto Frederico Schmidt; Juscelino Kubitschek; Odilon Behrens. Brasília: Editora Ideal, 2017, é uma obra curiosa sobre vários aspectos.
    É intenção explícita do autor falar sobre a vida e a criação literária grande escritor Augusto Frederico Schmidt, o que ele realiza muito bem em grande parte do livro. Também ocorrem vários tópicos sobre Juscelino Kubitschek e alguns sobre Odilon Behrens; autores citados no título do trabalho. Mas, no decorrer do texto são abundantes as referências a obras e autores, nas mais diversas situações. É uma produção de enorme interesse biobibliográfico para parte de nossa literatura; de modo especial, no que se refere à crônica, com ampla visão sobre esse fenômeno no Brasil.
    Também chama a atenção interessantíssimos detalhes sobre Brasília, sua fundação, as várias peripécias, enfrentamentos de toda ordem ultrapassados pelos pioneiros, num deles Gustavo Corção garantia que o Lago Paranoá não encheria, quando isso ocorreu, Juscelino cobrou a incongruência do crítico. É também formidável a informação sobre o grupo mineiro que implantou a cultura na nova capital.
    Muitos outros valores podem ser detectados nessa obra de Danilo Gomes, um deles se destaca: as imensas perspectivas da crônica, prova-se, mais uma vez, que a crônica merece ter mais destaque na crítica literária, ela pode ser tão valiosa como qualquer outro gênero, mesmo entre os mais prestigiados.